segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Formas de participar da vida escolar das crianças

Muitos pais, devido às suas rotinas atarefadas, participam pouco da vida escolar das crianças ou ficam indecisos sobre como fazer isso. Confira as dicas do Reizinho para você envolver-se mais com a educação da criança.

A nossa sociedade tem passado por uma série de revoluções tecnológicas que provocaram mudanças significativas na forma como as crianças se relacionam com o ambiente escolar. Contudo, mesmo com todos esses avanços, existe um aspecto que permanece intacto: a importância dos pais participarem da educação dos filhos.

Mesmo que muitos pais tenham uma dura rotina devido à jornada de trabalho, eles devem estar presentes durante o processo de aprendizagem dos filhos. Isso porque, em parceria com a escola, eles serão responsáveis pelo desenvolvimento sociocultural da criança.

Sendo assim, o Reizinho fez uma lista com  formas para os pais participarem mais da vida escolar das crianças.

Leia para a criança
Crianças gostam muito de ouvir histórias. Por isso, crie o hábito de ler para elas contos infantis. Dessa forma, elas expandem o vocabulário e, consequentemente, a capacidade de compreensão da linguagem. Ler para a criança também faz com que ela comece a enxergar como é o mundo ao redor dela através de associações com aquilo que foi lido pelos pais.

Exercite a leitura sempre que possível
Além de ler para a criança, é importante que os pais exercitem a leitura com ela. Mesmo que um objeto não tenha nada escrito, ele pode ser lido e interpretado. Tal exercício pode ser feito com itens que usamos no dia a dia como, por exemplo, embalagens de achocolatados, biscoitos, gelatinas, etc. Você pode fazer essa atividade conforme a idade e o ano que a criança se encontra, usando o alfabeto, cores, números, etc.

Utilize momentos de descontração como forma de aprendizado
As horas de lazer também podem ser uma forma de conectar a criança com o conteúdo que ela aprende na escola. Por essa razão, sempre que você tiver oportunidade, leve o seu filho ao teatro, biblioteca, museus, etc. Se vocês gostam de viajar, aproveite a ocasião para fazer associações com o conteúdo que a criança está aprendendo na escola, caso isso seja possível.

Fale da escola como uma experiência de prazer
Procure referir-se a rotina escolar de forma positiva, ou seja, as tarefas, o relacionamento com os professores e colegas de sala de aula. Uma vez que você fala coisas boas do ambiente em que a criança estuda, ela se adaptará rapidamente a escola.

Ajude a criança com as lições de casa
Sabemos que muitos pais possuem um dia exaustivo no trabalho. Mesmo assim, você pode desfrutar de algum tempo ao lado da criança. Sendo assim, aproveite a ocasião para ajudá-la com os deveres de casa e outros trabalhos escolares. Você não precisa ter um domínio completo de tudo que os professores ensinam em sala de aula. Basta que você proponha alguns questionamentos para que a criança reflita sobre a tarefa que deve ser feita.

Participe das reuniões de pais
Não deixe de participar das reuniões de pais. Tais oportunidades são perfeitas para você conversar com professores para saber como está o desempenho da criança em cada matéria. Desse modo, será possível ajustar possíveis problemas no aproveitamento escolar do estudante. Caso você tenha algum compromisso na hora da reunião, agende um horário viável para falar com os professores.

Visite a escola sempre que puder
Não restrinja a sua participação no cotidiano da escola aos dias de reunião de pais. Sempre que puder, faça uma visita à escola. Procure conhecer os diretores e coordenadores não apenas para saber se a criança está sendo bem cuidada, mas também para se informar sobre as atividades e disciplina que ela mais gosta. Converse também com outros pais sobre formas de contribuir com o melhor aprendizado das crianças e como isso pode ser feito.

Conclusão
Existem diversas formas de participar mais da vida escolar das crianças. Todavia, com as dicas que apresentamos neste texto, você pode atuar de maneira efetiva no aprendizado do seu (sua) filho (a). Quanto mais interesse você demonstra no que a criança faz na escola, mais entusiasmada ela ficará em falar tudo que fez lá.