quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Entenda a importância dos brinquedos educativos para as crianças

O momento de lazer das crianças pode também se tornar uma excelente oportunidade para o despertar de diversas habilidades, por meio do uso de brinquedos educativos. Isso porque eles permitem levar à rotina dos pequenos brincadeiras mais qualificadas, que refletirão no seu desenvolvimento.

Neste post, falaremos mais sobre esses brinquedos, capazes de colaborar ludicamente no processo de aprendizagem. Confira!

O que são e quando começar a utilizá-los
Os brinquedos educativos são aqueles que ajudam a estimular os sentidos e a desenvolver as habilidades das crianças, fazendo, por exemplo, com que elas comecem a chegar a conclusões por si só.

Eles podem (e devem) começar a ser utilizados ainda na fase inicial da educação infantil, seja na creche ou na pré-escola, pois é nesse período que os pequenos começam a desenvolver os aspectos cognitivo, físico e social.

Seus benefícios no desenvolvimento infantil
Enquanto fazem uso de brinquedos educativos, as crianças estimulam as habilidades motoras, a atenção e a capacidade de memorização e de expressão.

Mas não é só isso: os brinquedos educativos melhoram a sociabilidade e a interatividade dos pequenos com outros da sua idade, diminuindo, assim, a timidez e tornando-os mais comunicativos, especialmente em brincadeiras de dupla ou grupo, que ainda incentivam a colaboração e a formação humana.

Além disso, nesse momento de entretenimento, eles estão mais propensos a assimilarem informações e a aprenderem melhor conteúdos como matemática, ciências ou português.

Exemplos de brinquedos educativos
Dentro do universo de brinquedos educativos, é importante oferecer às crianças aqueles que são adequados para cada faixa etária: os brinquedos desmontáveis ou com peças pequenas podem, por exemplo, ser engolidos ou machucar os pequenos, que ainda não têm discernimento sobre o que estão manuseando.

Para os mais novinhos, entre 0 e 2 anos, o ideal são brinquedos sonoros e com peças grandes e coloridas, pois, assim, as percepções visual e auditiva deles são estimuladas. Fantoches também são uma boa opção.

Outra opção são os tapetes de EVA com desenhos de animais ou os cubos de pelúcia com vogais, que estimulam a fala e o reconhecimento. Entre 2 e 4 anos, é possível trabalhar a coordenação motora, o raciocínio lógico e a concentração por meio de quebra-cabeças e de blocos de encaixar.

Para os maiores de 5 anos, vale a pena os brinquedos que estimulem o aspecto lúdico, em paralelo ao fortalecimento dos ossos e ao desenvolvimento tátil e do equilíbrio, promovendo também a interação com outras crianças.

Algumas possibilidades são a clássica amarelinha, a massinha de modelar e o playground infantil ? que é excelente para explorar a criatividade e a imaginação dos pequenos, além de estimular o contato com a natureza quando eles estiverem próximos a um jardim ou a uma horta, por exemplo.

Os brinquedos educativos podem ser grandes aliados na educação infantil e no processo de desenvolvimento social e cognitivo das crianças. Por isso, vale a pena considerá-los para complementar o aprimoramento intelectual e a sociabilidade da garotada.