sábado, 22 de setembro de 2018

Sintomas de gravidez: o que o corpo diz quando inicia-se a gestação

Saber quais os sintomas de gravidez é uma das primeiras vontades das mulheres quando acham que estão grávidas. A suspeita, aliás, começa a surgir justamente porque muitas delas sentem algo diferente acontecendo. Mas é comum que as futuras mamães demorem a ter algum sintoma, o que pode fazer com que o 1º mês de gravidez passe sem ser notado por várias delas.
DURANTE A PRIMEIRA SEMANA DE GRAVIDEZ É QUASE IMPOSSÍVEL TER QUALQUER SINTOMA

Isso ocorre porque na primeira semana de gravidez é basicamente o início da fecundação.

Primeiros sintomas de gravidez
Uma das maiores dificuldades das mulheres na hora de identificarem se estão grávidas é que os sintomas iniciais da gravidez se confundem com os da TPM. Apenas aquelas que possuem uma menstruação 100% regulada conseguem diferenciar uma coisa da outra. Quem sofre com ciclo menstrual desregulado, normalmente descobre a gravidez apenas no segundo mês.

Há mulheres, no entanto, que não tem qualquer sintoma clássico da gestação. Nesse caso, é muito comum que elas só percebam que estão grávidas ao notarem a barriguinha crescendo. O início da gravidez, no entanto, indica sintomas específicos que toda mulher deve prestar atenção. Veja abaixo quais são eles.

1. Sangramento
Ao contrário do que algumas mulheres pensam, esse sangramento nada tem a ver com a menstruação. Ele vem em bem menos quantidade, além de ser mais claro e de não durar tanto tempo. Esse sintoma surge entre seis a doze dias após a concepção. A causa é porque o embrião se implanta na parede do útero.

2. Mamas sensíveis
Esse é um dos sintomas de gravidez mais comuns. Os seios começam a se preparar para a amamentação desde o início da gestação, portanto eles crescem, doem, latejam e pesam. Os mamilos, por sua vez, ficam mais escuros.

3. Fadiga excessiva
As futuras mães sentem-se extremamente cansadas no início da gestação. Isso ocorre devido ao aumento considerável dos níveis de progesterona.

4. Enjoo
Junto às mamas sensíveis, enjoos são sintomas muito comuns e logo ligados à gravidez. As náuseas aparecem entre a segunda e a oitava semanas de gestação. É mais comum que ocorra pela manhã. Estima-se que cerca de 60 a 80% das futuras mães tenham esse sintoma.

5. Olfato desenvolvido
Os enjoos estão ligados também ao olfato apurado. Cada mulher tem esse sintoma de uma forma própria. De qualquer forma, cheiros fortes como perfumes, fumaça de cigarro e certas comidas podem aumentar a ocorrência de náuseas.


6. Cefaleia
As dores de cabeça apresentam-se com frequência devido à presença maior de hormônios no sangue.

7. Sensibilidade emocional
Há muitas variações de humor nessa fase inicial da gravidez. Assim como ocorre na TPM, as mulheres podem se irritar ou chorar com mais frequência e intensidade.

8. Desejos ou recusas alimentares
Os famosos desejos alimentares da gravidez ocorrem também pela bagunça hormonal que se torna o organismo da mulher. Da mesma forma pode haver aversão a certos alimentos. Tudo isso é de forma repentina.

9. Crescimento da barriga
Esse não é propriamente um sintoma da gravidez, mas é um das ocorrências mais significativas do início da gestação. O crescimento da circunferência abdominal é percebido pela sexta semana de gravidez.

Sintomas de gravidez após o 1º mês
Os sintomas de gravidez após o primeiro mês costumam ser extensões do que a mulher sente nas primeiras quatro semanas. Normalmente aquelas que nada sentiram logo no início da gestação, passam a experimentar as sensações já mencionadas com maior frequência e intensidade.

A constipação intestinal e o aumento de gases são bastante comuns. Muitas mulheres reclamam ao longo dos próximos meses de gravidez que possuem uma vontade quase constante de urinar. Dessa forma, as chances de desenvolver infecção urinária é maior, principalmente após o 2º mês.


É apenas após o 3º mês de gestação que os sintomas começam a amenizar. Muito disso porque a mulher, por fim, começa a se adaptar a eles. Nesse momento que as futuras mães compreendem e aceitam definitivamente sua gravidez.