quarta-feira, 25 de julho de 2018

Relação mãe e filho

RELAÇÃO MÃE E FILHO: É UMA DAS MAIS IMPORTANTES DA VIDA 
Não é exagero dizer: a relação mãe e filho é uma das mais importantes da vida de todo indivíduo. Por ser o primeiro vínculo estabelecido pela criança, é ela que serve de base e, muitas vezes, que acaba determinando a maneira como vamos lidar com as pessoas em todas as áreas: no trabalho, no amor e nas amizades.

Você já deve ter ouvido inúmeras vezes a importância que o relacionamento com as mães é importante. Filmes, livros e séries retratam isso com diferentes abordagens, e a psicologia comprova essa máxima popular. Mas, por que será que devemos nos atentar tanto a esse vínculo? Por que, de fato, ele é determinante. A maneira como estabelecemos essa relação influencia diretamente a pessoa que seremos na vida adulta.

Desenvolver uma boa relação com a mãe tem inúmeros impactos positivos ao longo da nossa trajetória. “A atenção da mãe é de extrema importância para o desenvolvimento psicológico. A mãe é quem oferece o cuidado, o carinho, o  aconchego, o acolhimento  e a  atenção às necessidades do bebê.


“Com uma mãe cuidadosa o adulto se torna mais cuidadoso com sua saúde física e mental. São pessoas que se valorizam, pois foram valorizados, conseguem amar, pois foram amados explica a Ana Grasso. A psicóloga afirma ainda que os benefícios de manter uma boa relação mãe e filho “são importantíssimos para o bem estar psíquico do indivíduo”.

FATOS SOBRE A IMPORTÂNCIA DA RELAÇÃO MÃE E FILHO
De fato, forçar os filhos a se separar prematuramente das mães e incentivá-los a “se levantar” pode ser prejudicial aos meninos. Além do mais, há enormes benefícios para um vínculo próximo entre mãe e filho, começando desde os primeiros dias e continuando até a idade adulta de um homem:

1) Bebés que não têm ligações próximas com as mães passam a ter problemas de comportamento mais tarde na vida. Estudos revelam que filhos que não se relacionam com segurança com suas mães nos anos de criança, agem de forma hostil e agressiva mais tarde na vida.

2) Quanto mais próximos de suas mães melhor o desempenho na escola. As mães frequentemente alimentam a inteligência emocional dos filhos, ensinando-os a reconhecer e expressar seus próprios sentimentos. Esses filhos não só se tornam mais articulados, o que os ajuda com habilidades de leitura e escrita, mas também têm melhor autocontrole na sala de aula.

3) Um relacionamento próximo entre mãe e filho é bom para a saúde mental de um filho. Um estudo apresentado na Associação Americana de Psicologia mostrou que os meninos que são próximos de suas mães tendem a não comprar estereótipos hiper-masculinos.

Eles não acreditam, por exemplo, que você sempre tem que agir com firmeza, seguir sozinho ou lutar para provar sua masculinidade todas as vezes que forem desafiados. Não só eles tinham melhores amizades, mas também menos ansiedade e depressão do que seus pares mais machistas.

4) Os adolescentes que estão próximos de suas mães se envolvem em comportamentos menos arriscados. Há muito se sabe que uma boa comunicação entre pais e filhos pode ajudar a lição sobre a influência da pressão negativa dos colegas. Mas uma nova pesquisa mostra que a mãe é a mais influente quando se trata de tomar decisões sobre o álcool, as drogas e o sexo do filho se quer melhora converse, seja amiga e mãe. BOA SORTE