quarta-feira, 13 de junho de 2018

Bebês

O post que preparamos hoje pode ser bem útil para as mamães de primeira viagem. Quando temos nosso primeiro filho, tudo parece ser diferente e tentamos ter todo o cuidado do mundo com ele, principalmente nos primeiros meses de vida, quando ainda são muito pequenos. Logicamente, um bebê precisa de cuidados muito específicos e é bom atentar-se a eles. Para ajudar, trazemos 5 coisas que passam despercebido mas que devemos nos preocupar com nossos bebês.

Vejam essas dicas, podem ser úteis!
1. Atenção com as roupas que seu bebê dorme
Durante a noite, os bebês se descobrem e podem sentir frio. Por isso, é importante que a roupa de dormir seja realmente quentinha, para fazer o papel do cobertor e não deixar o pequeno passar frio. Dê preferência para os macacõezinhos que protegem melhor. É importante levar em conta se é uma noite muito quente ou fria.



2. Cuidados na hora do banho
A temperatura ideal da água para o banho do bebê não é muito quente, nem muito fria – o indicado é que esteja entre 36 e 37 graus. Você pode comprar um termômetro específico para medir a temperatura da água na banheira, ou pode também mergulhar seu antebraço para verificar se a temperatura está boa. Não coloque muita água na banheira nem pouca, pois assim ela pode esfriar mais rapidamente. Ao colocar o bebê na água, mergulhe primeiramente seus pezinhos e veja se ele parece gostar da temperatura e se está calmo. Quando for preparar o banho, coloque primeiro a água fria e depois a quente, nunca acrescentando mais água enquanto o seu filho estiver na banheira. Nos primeiros meses, evite banhos muito longos! Ao secá-lo, não se esqueça de cada dedinho e dobrinha de seu corpo.



3. Escolha uma boa fralda
Uma boa marca de fraldas pode fazer toda a diferença. Eu sempre usei Pampers e indico porque meus filhos sempre ficaram sequinhos e não tive problemas com vazamentos, além de ter um excelente custo-benefício. Como uma fralda de Pampers absorve melhor que duas comuns, vale a pena fazer as contas para saber se você não está gastando mais com uma fralda de preço menor. Quem já é mãe sabe que fraldas sequinhas influenciam muito o sono da criança! Quando elas ficam molhadas de xixi, acordam e choram bastante. Ou seja: uma boa fralda pode ajudar seu filho a dormir melhor! Durante o dia, é sempre importante checar se é hora de trocar a fralda, pois o bumbum do bebê não deve ficar úmido. Quando o bebê é recém-nascido, o indicador de umidade da Pampers RN e XP ajuda muito com isso também, porque não precisa adivinhar quando ele faz xixi nem ter que abrir a fralda pra saber se já era hora de trocar.



4. Não pular a etapa do arroto nas mamadas
É normal que nos primeiros meses de vida o bebê sinta cólicas, provavelmente porque seu intestino ainda não esteja funcionando perfeitamente. Após o terceiro mês de vida, elas costumam diminuir. Assim que amamentar a criança, coloque-o para arrotar. Segure o bebê verticalmente em seu colo e dê tapinhas muito leves em suas costas, isso pode ajudar na prevenção das cólicas. O arroto é importante porque o bebê engole ar enquanto suga o leite e precisa colocá-lo para fora. Caso contrário, vai ficar incomodado e até regurgitar.



5. Excesso de visitas
Nos primeiros meses de vida, é normal que muitas pessoas queiram segurar a criança e beijá-la. Se for alguém de sua confiança, não há problema em segurar a criança no colo, mas não deixe que a pessoa beije o bebê, pois ele ainda é vulnerável e deve evitar qualquer contato com vírus e bactérias. Não deixe com que ele fique indo muito de um colo para o outro ou que muitas pessoas estejam no mesmo ambiente que ele, pois ele pode ficar estressado e assustado. Não tenha vergonha em pedir privacidade! Você tem todo o direito de estar sozinha com o seu filho para acalmá-lo.

Você pode ajudar outras mamães a escolherem o melhor para seus bebês! No site de Pampers, por exemplo, você pode deixar resenhas dos produtos que já utilizou, elogiando ou fazendo alguma sugestão. Para as mamães de primeira viagem, também vale a pena ver o que as mamães experientes estao falando, afinal nada ajuda mais do que a opinião de outra mãe, não é?

Espero que tenham gostado das dicas!

Beijos!